Mundo Alcaparra – Parte 2

Olá! Ando sumida, né? Alguém sentiu falta? Ouço cris cris?

Enfim…rs… Não foi para falar disso que vim aqui hoje. Vim contar uma estória. Estórias de Márcia Tondello, que parecem saídas de um romance de ficção, mas que são REAIS!!!

Hoje cheguei no estacionamento em que deixo meu carro todos os dias, próximo ao meu trabalho. O guardador tirou meus tickets , eu paguei e comecei a recolher minha bagunça – porque eu faço uma bagunça danada em 20 minutos de trânsito, admito – e o guardador puxou conversa:

– A senhora – gente! detesto quando me chamam de senhora – que tem mais experiência – quem te disse, maluco? – pode me dar uma opinião?

Penso eu, deve ser sobre carro, pois outro dia ele tinha me dito que não dirige, enquanto falávamos de um doido que atravessou a calçada e o canteiro para “atalhar”o caminho em…. 20 metros, acredito. É.

– Eu ontem à noite encontrei uma carteira no quiosque ali na praia. Tem 3 cheques dentro, cartões e a habilitação do cara, mas não tem telefone. O que eu faço?

– Bem, se não tem telefone nenhum, eu sugeriria postar no Facebook. Se quiser me dá um dos documentos dele que eu escaneio e posto lá, vai que algum amigo conheça. É o que me ocorre agora.

Então ele abre a carteira e me mostra o que tem dentro e me entrega a habilitação do cidadão perdedor da carteira. E eu quase tenho uma síncope! É um amigo meu, que conheço desde os 15 anos e com quem inclusive já morei durante um tempo – isso é outra estória que não cabe aqui. E é amigo mesmo, morei com ele, suas irmãs (minhas amigas) e o pai deles, ok?

– Como assim??? Esse cara é meu amigo de infância!!!!

Imediatamente liguei para a irmã dele, a amiga dos três irmãos, que é meio que uma irmã pra mim também e com quem tenho mais contato hoje, e acordei ela – foi mal, Sola! – Contei o que tinha acontecido, ela me deu o telefone do meu amigo e o resto é desfecho. Levei ele para buscar sua carteira com o guardador e todos viveram felizes para sempre. De quebra ainda revi o tio – pai de meus amigos que não via há muitos anos.

Assim se conta, assim aconteceu. Mas nem todo mundo vai acreditar. Não é coincidência, talvez seja providência 😉

Ps.: Minha conexão com o universo está cada dia mais estreita, então peço que POR FAVOR, NÃO ME IRRITEM!!! Não sei o que pode acontecer.

alcaparra-2
Créditos da imagem: Do Site Piorambo – Clique aqui.

.

 

 

Anúncios

9 comentários sobre “Mundo Alcaparra – Parte 2

  1. Que coisa doida!!! Como assim logo com os Arraes e as outras milhões de pessoas que não tem essa generosidade, mesmo você não tendo tempo, exemplo de mulher e de ser humano.

    1. Ainda escrevo um romance policial das minhas aventuras, ninguém vai acreditar que seja uma hsitória baseada em fatos reais…kkk. Também adorooo! Mas confesso que queria entender essas loucuras. 😉 Bom ter você por aqui. Até!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s