Nauseabundo

Faço coro.

Sacudindo as ideias

Um enjoo absurdo toma conta de meu ser. Uma náusea generalizada diante de tudo o que leio nos noticiários.

Não quero mais isso para mim! Isso não é vida! Sinto nojo da humanidade! Tenho medo de meu próprio irmão. Desconfio de meus vizinhos.

Hoje pela manhã, indo para o trabalho, passei pelo supermercado e já recebi minha dose de espanto e revolta. As maquininhas trabalhando doidamente aumentando os preços das mercadorias. O alvoroço entre os funcionários era grande e a irritação na mesma medida. A cada item que pegava e repunha de volta a prateleira, subia uma sensação ácida pela garganta. Não comprei nem metade daquilo que costumo comprar. Por outro lado, gastei o dobro do que gastava até duas semanas atrás. Saí do supermercado pisando duro quase fraturando meu tornozelo de tanta indignação.

Fico sabendo que os funcionários da Biblioteca Mário de Andrade entraram em greve por melhores salários…

Ver o post original 146 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s